O que é WordPress? A melhor plataforma de blogs e sites da atualidade!

Você sabe o que é WordPress? É uma plataforma de blogs ou de sites? É grátis? É online ou hospedada?

O que é WordPress?

Se você fez essa perguntas e quer saber a resposta para todas elas, então está no lugar certo!

Aqui neste artigo vamos abordar as principais dúvidas ao redor do WordPress (ou só WP), e contar um pouco mais da história dessa plataforma que é hoje utilizada por milhares de sites da internet.

O surgimento do WordPress

O nascimento do WordPress não foi do zero como muitos pensavam, mas sim a partir de uma plataforma de blogs já existente, o b2/cafelog, que hoje é a base do b2evolution. O mesmo é escrito em PHP e Mysql, e estima-se que até 2003 foi usado em até 2.000 blogs.

E um dos que tinha um blog feito com essa plataforma é ninguém menos do que Matt Mullenweg, um dos fundadores do WP. Ele já tinha colaborado no código-fonte do b2/cafelog com algumas melhorias, mas viu o desenvolvimento parar, o que lhe motivou a criar um fork da plataforma.

Ao lado de Mike Little e do desenvolvedor original do b2/cafelog, Michel Valdrighi, nascia ali os primeiros códigos da plataforma, que ganhou este famoso nome por Christine Selleck, uma amiga Mullenweg.

A primeira versão pública que marca o lançamento da plataforma é 0.70, sem codinome, lançada em 27 de maio de 2003, e ainda com boa parte da estrutura b2/cafelog.

Desde então o WordPress seguiu com desenvolvimento constante, evoluindo para uma plataforma muito mais completa, e com possibilidades de uso para as mais diversas finalidades.

Entendendo a diferença entre as versões

Uma dúvida que muitos iniciantes tem é sobre as versões que existem da plataforma WordPress. E isso se da pelo uso do nome ser igual, apenas mudando a terminação do domínio que leva para cada versão.

Porém as diferenças são notáveis, o que merece uma explicação detalhada para não deixar dúvidas. Confira:

WordPress.org

WordPress.org, a plataforma de blogs de código aberto e hospedada
WordPress.org é identificado pelo logo cinza/preto

Ao acessar este domínio, você confere a versão de código-aberto e hospedada da plataforma, que é aquela que surgiu lá trás com Matt Mullenweg, como explicamos no começo do nosso artigo.

Esta é a versão que a grande maioria das pessoas da área se refere. Caso queira utiliza-la, precisará de uma hospedagem de sites (preferencialmente Linux) com suporte a PHP e Mysql, afim de instalar o WordPress manualmente ou por meio de um instalador.

Esta versão não possui nenhuma limitação embutida, você só ficará limitado as características do seu plano de hospedagem ou servidor, que normalmente podem ser melhoradas/atualizadas para se ganhar espaço ou desempenho, por exemplo.

Também neste domínio você encontrará os repositórios oficiais de temas e plugins, além do suporte da comunidade, e informações sobre novidades e eventos relacionados a plataforma.

Vale mencionar que desde de 2010 esta versão não é mais controlada por Matt Mullenweg ou pela empresa Automattic, mas sim por uma fundação independente, o que garante que os interesses fiquem bem separados e resguardados.

WordPress.com

WordPress.com é a plataforma online e com recursos limitados
Já o logo azul identifica o WordPress.com

Esta é versão que muitos acham que é o WordPress de que todos falam, o que é um enorme ERRO!

Já começamos pelo fato desta versão ser privada e controlada pela Automattic (que é do Matt Mullenweg), não sendo um projeto de código aberto, apesar do mesmo permitir que qualquer um possa ter um blog WordPress de graça.

Entretanto o serviço gratuito tem grandes limitações, além de haver modificações na parte de login e gestão do WordPress, algo que pode dificultar a criação de blogs profissionais.

É possível também ter acesso a mais recursos, mediante a assinatura paga de um plano, mas que ainda assim não chega perto das possibilidades que a plataforma de hospedada oferece. Sua existência se da mais para aqueles que querem criar um blog pessoal grátis ou um projeto mais simples, competindo fortemente com o Blogger e Medium.

Podemos concluir a explicação da diferença entre as versões usando como exemplo o projeto Chromium, que é um navegador de código-aberto, do qual o Google Chrome se baseia, que é um software privado com suas próprias modificações.

Vantagens de se usar WordPress

Apesar de ser a plataforma mais popular atualmente do mercado, existem outras opções além do WordPress no mercado, como o Blogger, Tumblr, Medium, Joomla e Drupal que também servem para gerenciar blogs ou sites.

Mas então porque essas plataformas são tão ofuscadas e pouco usadas? A resposta para isso deve-se as grandes vantagens que o WP oferece:

1. Gratuito

Sendo 100% gratuito, com o WordPress você não te gera nenhum custo de aquisição ou recorrência para ter uma excelente plataforma de blogs e sites rodando, o que é uma grande vantagem frente a seus concorrentes.

Além disso não há limitações de downloads, instalações ou qualquer outra coisa do tipo. Todo o potencial da plataforma está liberado e pode ser usado de forma irrestrita por você em quantos projetos quiser.

2. Código-aberto

Como você já sabe, o WordPress tem código-aberto, ou seja, qualquer um pode usa-lo e modifica-lo como bem entender. Isso abre diversas possibilidades de se criar projetos incríveis usando essa plataforma.

Talvez o que mais se destaca dessa característica são os plugins e temas desenvolvidos por terceiros, que estão disponíveis aos milhares na internet e oferecem inúmeras soluções para plataforma.

Outra vantagem é uma maior velocidade de atualizações, sejam incrementais ou de correções, já que qualquer membro da comunidade pode verificar o código e contribuir para seu aperfeiçoamento.

3. Atualizado

Diferente da maioria dos seus concorrentes, o WordPress é constantemente atualizado, trazendo sempre as mais recentes novidades do mercado para sua plataforma.

Isso significa uma constante adição de novos recursos e funções, melhorias no seu funcionamento e desempenho, além de uso das mais recentes tecnologias da web.

4. Otimizado

Apesar de ser uma plataforma extremamente completa, o WordPress é igualmente enxuto, entregando muito sem necessidade de consumir espaço, memória e processamento extra.

Sua otimização é muito boa, garantindo velocidade e estabilidade na execução das tarefas, mesmo com uma enorme quantidade de conteúdo e plugins ativos operando em seu projeto.

Não importa se seu projeto é grande ou pequeno, o WordPress permite que ambos continuem usando uma infraestrutura compacta sem comprometer nenhum recurso.

5. Suporte

Um grande ponto a favor do WordPress é o suporte, seja através dos canais oficiais da comunidade ou por terceiros, sempre há algum conteúdo ou alguém que possa estar lhe ajudando com a plataforma.

A mesma também recebe atenção especial da hospedagens de sites, que na grande maioria dos casos está preparada para suportar o WordPress sem grandes problemas.

6. Integrações

Por ser atualmente tão popular no mercado, diversos serviços e ferramentas podem ser integrados ao WordPress com 100% de compatibilidade. E fazendo isso via plugins, o que deixa tudo mais rápido e simples de se configurar quando comparamos com outras plataformas.

O próprio WordPress também já trás várias integrações nativas, como os embeds automáticos que são criados facilmente só inserindo a URL original deles no editor de conteúdo. Isso poupa tempo, agiliza processos e evita bugs de scripts e iframes.

7. Temas

O sistema de temas do WordPress é extremamente sofisticado, e permite que você modifique profundamente o design, layout e até funções do seu projeto dependendo de qual tema você instalar.

Além disso há outra grande vantagem embutida, que é o repositório oficial de temas do próprio WordPress, onde você encontra milhares de opções para usar de graça, não se limitando ao tema padrão que já acompanha a plataforma. Também há opções pagas de grande qualidade na internet, como o Tema ÉPICO que recomendamos.

8. Plugins

Possivelmente a maior vantagem do WordPress frente aos seus concorrentes, é também o recurso que mais se destaca dentro da plataforma: plugins!

Introduzidos nas primeiras versões do WordPress, eles permitem modificar profundamente a plataforma nos mais variados aspectos, desde adição até remoção de recursos e funções.

Assim como os temas, você encontra milhares deles disponíveis de graça no repositório oficial, e existem opções para as mais diversas necessidades que você pensar. Caso falte algo, existem também plugins pagos bem competentes vendidos na web, como o Elementor Pro por exemplo.

9. Segurança

No quesito segurança o WordPress não decepciona, e ao longo de todos os seus anos no mercado nunca teve nenhuma falha ou ocorrência grave no seu código-fonte ou sites.

Grande parte dos incidentes relacionados a plataformas são ligados a plugins ou temas de terceiros, que estavam desatualizados ou eram de procedência duvidosa.

Além disso tudo, existem também diversos plugins gratuitos para melhorar ainda mais a segurança do WordPress, que você pode opcionalmente instalar se quiser tornar sua instalação bem mais protegida contra ataques e invasões.

10. Intuitivo

Um dos principais motivo do WordPress ter se tornando uma plataforma de sucesso é sua usabilidade super intuitiva. Mesmo para os mais leigos em tecnologia e que nunca tiveram contato com a plataforma antes não terão grandes dificuldades em usa-lo.

A instalação da plataforma é totalmente visual e auto-guiada, necessitando apenas completar dados simples, deixando toda a parte “pesada” para o WP. Isso se você não usar um instalador automático, oferecido pelas hospedagens de sites, o que resume este processo a somente alguns cliques.

Com ele instalado, toda a parte de administração é bem organizada, permitindo que faça-se configurações de forma rápida e gerencie seu projeto sem grandes segredos.

O que da para criar com o WordPress?

Já sabemos o que é WordPress, de onde ele surgiu, quais são as diferenças entre suas versões, e as vantagens que temos ao usa-lo. Mas afinal, o que da para criar com o WordPress?

1. Blogs

Tema ÉPICO - Exemplo de blog

A finalidade inicial do WordPress ainda é o principal motivo de uso da plataforma, ou seja, permitir a criação de blogs do zero de forma simples e rápida. É possível montar um projeto completo em 5 minutos, sobrando apenas a parte de conteúdo a ser publicado,

Se você for mais avançado, pode desfrutar do Multisites, por exemplo, que permite um gerenciamento de múltiplos projetos de forma unificada. Há também um bom controle por parte dos usuários administrativos, o que permite criar equipes de editores e moderadores sem problemas.

2. Sites

Elementor Plugin - Exemplo Site

A segunda finalidade que mais se destina para o WordPress é para a criação de sites, podendo ser feitos com temas bem personalizáveis (como o Épico), plugins construtores de páginas (como o Elementor), ou usando ambos para dar um resultado melhor ainda.

É possível criar sites extremamente bons e complexos, com todas as páginas que você precisa, design e layout sofisticados, e otimizações para SEO e segurança. E isso vale para os mais diversos segmentos, desde um site para uma padaria até dedicado a venda de produtos digitais.

3. Ecommerces

Storefront - WooCommerce Theme - Exemplo Loja Virtual

Com a ajuda do plugin WooCommerce, que é atualmente da Automattic, você consegue criar uma loja virtual completa dentro do seu WordPress. Existe gestão de estoque, clientes, pedidos, vendas; além da configuração de moedas, impostos, fretes, descontos, e muito mais.

Caso queira deixar todo o seu projeto como uma loja virtual tradicional, existem temas feitos especificamente para WooCommerce com designs apropriados. O mesmo vale para os plugins, que permitem adicionar diversos recursos e funcionalidades extras, como CPF/CNPJ no cadastro e pagamento via PagSeguro ou Mercado Pago.

4. Áreas de membros

OptimizePress Members Login Page - Exemplo de área de membros

Usando plugins específicos para esta finalidade, como o OptimizePress ou Área De Membros WP, somados a uma plataformas de afiliados ou processadores de pagamento, é possível criar uma área de membros com grande qualidade e facilidade somente usando o WordPress.

As principais vantagens frente as demais soluções da web são o custo reduzido e o maior grau de personalização que uma solução destas pode oferecer. Também pode-se considerar a falta de limitações, como usuários, vendas, aulas, cursos, etc que as plataformas online normalmente tem.

5. Fóruns e Redes Sociais

WordPress Forum em bbPress Exemplo de Fórum

Se você deseja ter um fórum na internet, saiba que o WordPress também pode te ajudar nisso, através do plugin bbPress. Já se o seu desejo é ter uma rede social, existe também o plugin BuddyPress.

Ambos plugins já foram no passado plataformas derivadas com independência, e agora atua de forma integrada, o que simplifica tudo e ainda abre mais possibilidades, como o uso de plugins e temas do WordPress.

Vale a pena usar o WordPress ou não?

De todas as plataformas de gestão de conteúdo que existem hoje na internet, o WordPress é a maior em diversos sentidos, desde sua comunidade até a quantidade de projetos que o utilizam.

Porém, Isso não necessariamente faz dele a melhor opção de plataforma para você usar, já que cada caso exige um estudo, que envolve diversos fatores, e pode levar a recomendações diferentes.

Mas no geral, se seu objetivo é ter um blog ou site profissional, consideramos que vale muito a pena usar o WordPress como plataforma. Para nós, atualmente não há uma plataforma melhor no mercado para este finalidade, porem se suas necessidades forem outras, recomendamos avaliar outras opções antes de tomar sua decisão.


E você, o que acha do WordPress? Já conhecia sua história? Usa ele no seu projeto? Conta aqui abaixo para nós nos comentários!

Aproveita também para compartilhar o artigo nas suas redes sociais! Ou mandar para aquele amigo(a) que tá pensando em virar blogueiro(a), montar um site ou uma loja virtual.