Os impactos do novo coronavírus para criadores e influenciadores digitais!

Os impactos do novo coronavírus para criadores e influenciadores digitais!

Assim como todos os demais setores, haverá também impactos do novo coronavírus para criadores de conteúdo e influenciadores digitais.

E se você faz parte deste grupo de profissionais da internet, é importante estar informado sobre o que pode afetar o seu trabalho, bem como quais vantagens você pode ter durante essa crise mundial.

Afinal, trabalhar com a internet é “uma montanha russa com diversas subidas e descidas”, e neste momento podemos estar tanto indo pra cima quanto caindo em queda livre.

Se quiser entender melhor então como está a situação do mercado e algumas previsões do que pode acontecer pela frente, continue lendo este artigo.

Vantagens

Vamos começar pelo lado positivo, pois em toda crise é possível ainda tirar vantagens durante a situação, e esta pandemia global de COVID-19 não é excessão. Confira:

1. É possível fazer home office

É possível fazer home office na quarentena

Diferente de diversas outras profissões que existem, tanto criadores de conteúdo quanto influenciadores digitais podem trabalhar de maneira 100% remota.

Em outras palavras, pode-se trabalhar onde desejar, que pode ser tanto num estúdio quanto na sua própria casa, o famoso home office, algo que muitos destes profissionais já faziam antes, principalmente os iniciantes e mais amadores.

Isso é uma grande vantagem no cenário de quarentena social que estamos enfrentando neste momento em diversos locais do mundo, já que estes é um dos principais impactos do novo coronavírus nas profissões tradicionais.

Mesmo assim, caso você utilizava alguma estrutura mais robusta, é bem simples de fazer a migração e adaptação para outro ambiente um pouco mais simples e residencial.

2. Mais público disponível

Há mais público disponível na web

Se há milhões de pessoas em casa sem poder sair para a rua, significa que agora há um público muito maior disponível, tanto em volume quanto em tempo de permanência online.

Isso pode ser uma grande oportunidade para criadores de conteúdo e influenciadores digitais fidelizarem novos inscritos e seguidores para seus projetos.

Até mesmo nichos pequenos podem agora ganhar temporariamente um volume maior de pessoas querendo acompanhar o assunto, o que é bem interessante para aqueles projetos focados em micro-nichos.

Além disso, o público já fidelizado agora pode retomar com mais frequência os seus acessos, pois há mais tempo livre, o que é perfeito para cativar esses seguidores de longo data a se manterem na sua audiência fixa.

3. Maior demanda de conteúdo

Existe maior demanda por conteúdo online

Seguindo a lista de impactos que o novo coronavírus vem causando, somado aos efeitos colaterais da quarentena social e do maior público disponível, agora também há uma maior demanda por conteúdo online.

Como muitas pessoas não tinham tempo para acompanhar artigos, vídeos, lives, podcasts e os posts de seus influenciadores digitais favoritos, elas não entravam para as estatísticas.

Agora que há tempo de sobra, e ninguém quer ficar sem fazer nada dentro de casa, o boom por conteúdos na internet foi enorme, impulsionado principalmente por este público oculto.

A parte interessante disso, é que até mesmo conteúdos mais antigos terão alta nos acessos, pois o volume orgânico de pesquisas vai aumentar, e quem fez SEO poderá se beneficiar dessa circunstancia atípica.

Já para quem estiver com a produção de conteúdo em dia ou com frequência maior, vai poder tirar mais vantagem dessa situação, pois conteúdo novo é o que move os projetos web para o sucesso.

Se houver capacidade para expandir os formatos de conteúdo que você trabalha, o momento ideal para fazer isso é agora, já que será possível atingir muito mais público e consolidar seu projeto em outras mídias.

Desvantagens

Agora vem a parte ruim, afinal, em meio a essa crise na saúde e com uma possível crise financeira global também vindo, não há como não ter um lado negativo na lista dos impactos do novo coronavírus para criadores e influenciadores digitais!

Porém, vamos também dar algumas sugestões de soluções que podem ser implementadas para você contornar essa situação e evitar problemas maiores na sua operação online. Confira:

1. Monetização rendendo menos

A formas de monetização podem render menos

Se o seu projeto é muito dependente de monetização oriunda de anúncios online, como os do Google Adsense, fique sabendo que seus rendimentos podem cair bastante.

Como muitas empresas estão com suas operações suspensas devida a quarentena social, há menos anunciantes no leilão das redes de publicidade, o que faz o preço cair consideravelmente, e consequentemente seus ganhos.

Outro fator tem relação com as restrições dessas redes de publicidade quanto a assuntos relacionados ao novo coronavírus ou a COVID-19, o que pode afetar muitos projetos que abordam temas polêmicos ou até mesmo científicos, por exemplo.

SOLUÇÕES:

  • Aumentar a produção de conteúdo pode compensar os rendimentos menores da publicidade. Com maior volume, há mais exibição de anúncios, o que pode igualar a performance que você tinha antes.
  • Trocar ou intensificar a exibição de publicidade de programas de afiliados pode ser interessante. Como o ganho de comissão é maior que CPC ou CPM, é uma ótima alternativa para manter a renda.

2. Diminuição dos anunciantes diretos

É possível haver redução dos anunciantes diretos

Seguindo a mesma lógica anterior, com menos empresas operando, há também menos anunciantes diretos interessados em fechar parcerias ou pacotes de publicidade na internet, principalmente com influenciadores digitais.

Ou seja, a venda de conteúdo patrocinado em blogs; canais de vídeos, lives e podcast; e nas redes sociais deve cair muito durante esse período de recessão.

Inclusive, pode haver também recisão de contratos de patrocínio ou de compra de publicidade firmados antes dessa crise, o que pode gerar uma perda de caixa não programada no seu projeto ou até prejuízo.

SOLUÇÕES:

  • Fazer combos com preços mais competitivos ou então aplicar uma redução geral em todo o seu mídia kit pode ser uma solução válida durante este período para atrair anunciantes diretos.
  • Estender prazos de pagamento ou renegociar valores do acordo de publicidade podem ser meios de evitar reembolsos.
  • Permutas podem ser cogitadas como “moeda de troca” durante essa fase, lembrando que o valor deve ser similar para compensar essa alternativa

3. Redução de inscritos (subs) e doações

Existe um risco de haver redução de inscritos (subs) e doações

Para quem é dependente de assinaturas ou doações, o cenário não é favorável, já que muitas pessoas vão ficar sem emprego ou terão seus rendimentos drasticamente reduzidos durante essa pandemia.

Com isso, a mudança de prioridade nos gastos será rapidamente alterada, cortando as despesas supérfluas para desviar recursos a itens mais essenciais, como comida, saúde, contas e impostos.

Dessa forma streamers e podcasters devem ser os grupos mais afetados, já que a grande maioria depende essencialmente da renda de seus inscritos (subs) e doadores para dar continuidade nos seus projetos online.

SOLUÇÕES:

  • Adicionar mais benefícios as assinaturas e doações geram mais valor, e podem resultar na manutenção das inscrições e doações.
  • Redes de publicidade e anunciantes diretos podem ser alternativas a serem procuradas durante esse momento.

4. Produção de conteúdo prejudicada

Algumas formas de produzir conteúdo serão prejudicadas

Apesar de criadores de conteúdo e influenciadores digitais serem profissões do meio digital, muitos trabalhos destes profissionais ocorrem no mundo real, como quem atua no nicho de viagens ou estilo de vida, por exemplo.

Devido ao fechamento de fronteiras e as quarentenas sociais, as vezes fica impossível fazer a produção de conteúdo voltada para o nicho do seu projeto.

E claro, mesmo que haja essa possibilidade, há o risco iminente de infecção pelo SARS-COV-2, o que desestimula qualquer um de ir para rua neste momento.

SOLUÇÕES:

  • Optar por conteúdos mais simples de se produzir
  • Reciclar conteúdo antigo e republica-lo
  • Atuar com outro formato de mídia, como podcasts, por exemplo
  • Usar a criatividade para manter a produção de conteúdo contínua mesmo que em menor ritmo

5. Sem equipe

Muitos não contarão com apoio de equipe técnica

Se você é um criador ou influenciador pequeno provavelmente a equipe do seu projeto se resume a você mesmo, mas os projetos grandes contam com até dezenas de profissionais envolvidos diretamente.

Colaboradores como cinegrafistas, fotógrafos, maquiadores, e outros que precisam estar fisicamente para desempenhar suas funções, mas que possivelmente estarão impedidos por causa da quarentena social.

É claro que muitas dessas funções “terceirizadas” podem ser feitas por você mesmo ou serem acumuladas por um outro funcionário, mas ainda assim existe dificuldades que podem surgir na sua operação.

SOLUÇÕES:

  • Se possível, transferir as operações físicas para home office é uma ótima maneira de manter boa parte da equipe ativa.
  • Contratação de freelancers pode ser uma opção válida para preencher lacunas da equipe durante este momento.

6. Sem locação

Vários não poderão trabalhar ou ter acesso a estúdios e sets de filmagem

Muitos projetos da internet hoje dependem de locação para continuarem funcionando, um bom exemplo disso são podcasters, que normalmente alugam estúdios focados na produção deste formato de mídia.

Há também canais no YouTube que fazem grandes produções, que precisam de cenários ou auditórios, algo que é difícil de adaptar para um ambiente caseiro, por exemplo.

Além disso, mesmo que você disponha de um local próprio para rodar seu projeto, provavelmente enfrentará o problema listado anteriormente, que é a falta de equipe ou então a impossibilidade de se deslocar até o local.

SOLUÇÕES:

  • Adaptar um ambiente da sua residência pode ser uma alternativa temporária para resolver pelo menos parcialmente este problema.

7. Demissões

Possível terá que haver demissões de funcionários para cortar gastos

O maior problema que o novo coronavírus vai causar além de infectar e matar milhares de pessoas é uma crise na economia global, provocando uma enorme recessão em diversos países do globo.

E não são todos os criadores de conteúdo ou influenciadores digitais que estão preparados para um momento como esse. Até porque, isso é algo que nunca se enfrentou antes na história da humanidade moderna.

E como diversos destes profissionais ainda não tem lucro, menos ainda deles vão ter uma reserva de emergência para se manter e garantir a continuidade do projeto.

É ai que entra os cortes de gastos, começando pelas demissões, já que funcionários normalmente representam o maior peso nos custos operacionais de qualquer empresa.

Infelizmente, com a situação que podemos enfrentar durante e depois dessa pandemia, essa é uma realidade que você pode ter que tomar para poder ter fôlego na sua operação ou até mesmo para sobreviver.

SOLUÇÕES:

  • Tentar negociar uma suspensão temporária não remunerada em troca de manter o emprego
  • Tentar negociar uma redução temporária de salários e pagamentos durante essa crise econômica

Conclusão

Agora que já conhecemos quais os impactos do novo coronavírus para criadores e influenciadores, além das possíveis vantagens e desvantagens, o importante é se organizar e colocar em prática essas medidas.

Aqueles que estiverem preparados vão poder desfrutar de uma subida maior durante essa crise, ou então enfrentar um queda menor e mais controlada.

Independente do que vai acontecer daqui para frente, você que leu todo este artigo já está informado, e isso lhe da uma vantagem frente aos demais.

Por fim, fica aqui o nosso conselho, por favor FIQUE EM CASA se isso for possível! E como empregador, faça o mesmo com seus colaboradores. Se todos ajudarem, podemos SALVAR VIDAS!


Se achou o nosso conteúdo relevante, por favor compartilhe com outros usuários nas suas redes sociais, por WhatsApp, Telegram, ou email mesmo.

E também não deixe de comentar sua opinião e criticas aqui embaixo sobre os impactos do novo coronavírus para criadores e influenciadores digitais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *